Monday, October 27, 2014

Relatório: Resina Hidreletrica de Itaipu

RELATÓRIO DE VISITA “USINA DE ITAIPU”

Nome: Laura Chamorro
Bloco: 5


Título: Vista à Usina hidrelétrica de Itaipu

17 de setembro de 2014
Hora de partida - 8h40 Hora de chagada - 4h30
Professor acompanhante - Laurence Shackelford

Nossa visita à Usina hidroelétrica de Itaipu foi muito interessante. Tivemos a oportunidade de ver a usina e entrar nela, aprender sobre a relação entre Brasil, Argentina e Paraguai, também aprendemos um pouco sobre o processo de construção. A usina é reconhecida por ser a maior do mundo em geração de energia, produzindo cerca de 17% da energia consumida no Brasil, e 75% da energia consumida pelos Paraguaios. A geração de energia depende do monitoramento dos rios e do clima na Bacia do Paraná. Águas de seis Estados brasileiros e do Distrito Federal chegam à usina. O vertedouro é a parte que descarrega toda a água que não é utilizada para a geração de energia.
Quando nós entramos, fomos a uma sala onde vimos um filme que falava um pouco da história de como foi construída e por quê. Vimos todo o processo da construção e o origem do nome da planta. Aprendemos que muitas pessoas foram deslocadas para viabilizar a construção da usina, e que muita mão de obra foi necessária para criar a construção. Depois de assistir o filme, esperamos um pouco e logo fizemos um tour num ônibus, e os guias mostraram para nós a planta. Nos conseguimos tirar fotos panorâmicas encima do ponte, e ficaram ótimas. Logo, fizemos um outro recorrido dentro da usina, e visitamos quase todos os níveis. Caminhamos muito e aprendemos sobre os geradores e os diferentes tipos de energia. Finalmente, nós vimos uma das turbinas da geração de energia, e foi fantástico.
Em geral, eu gostei da visita à Usina hidrelétrica de Itaipu. O recorrido foi um pouco chato porque caminhamos bastante, e a guia não explicou nem com energia nem entusiasmo. Eu gostei de conhecer a usina, mas acho não foi tão assombroso quanto a visita das cataratas. Eu acho uma coisa que também contribuiu a que eu não gostasse muito da visita é que eu tinha muita sede e fome, e também fiquei com dores por causa da corrida do dia anterior. Em geral, eu posso dizer que eu aprendi muito na nossa visita à Usina hidrelétrica de Itaipume não somente da energia produzida, também de todo o processo de construção. Achei muito interessante e belo, mas eu não voltaria uma segunda vez. Eu acho que e boa ideia ir visitar a Usina pelo menos uma vez na sua vida, descobrimos coisas novas, caminha bastante, e a paisagem e de tirar o fôlego.

No comments:

Post a Comment