Sunday, June 5, 2016

Somativa 9: A literatura e a percepção sobre o Brasil

Como uma imigrante, minha percepção do Brasil mudou muito depois de ter me aventurado na literatura do país. Durante o ano limos vários livros de diferentes épocas que me ensinaram muito sobre a historia e a cultura do país.

O primeiro livro é baseado na década de 30 na cidade de São Paulo. "Brás, Bexiga e Barafunda" é um livro que fala sobre a grande imigração de italianos, que tiveram um grande impacto na cultura, na comida, nas gírias e nos relacionamentos das pessoas do Brasil.

"O Ateneu" é um livro escrito no século 19, durante o segundo reinado, que retrata como era a educação privada da época na cidade de Rio de Janeiro. O livro mostra como a punição física e verbal era considerado comuns e normal na época, e nos faz pensar em todos os aspectos das escolas que tem mudado desde essa época.  

"Não verás pais nenhum" conta uma história baseada numa distopia de uma época futura qual quera. O livro, muito detalhadamente descreve como a falta de água causa morte, infelicidade e a inviabilidade da vida.  

Todos estes livros, a pesar de ser tão diferentes me ensinaram que o Brasil é um pais composto por diversas comunidades de vários lugares do mundo, que em torno formam uma cultura única e unida. Moro em um país que está em constante desenvolvimento não somente industrial e populacional, mas principalmente educacional. Finalmente, aprendi que os brasileiros são conscientes do afortunados que eles são de ter diferentes recursos naturais em abundancia. Eles sabem que se não são responsáveis ao usar estos recursos, as consequências econômicas e de saudê são incrivelmente negativas. A literatura que conheci em aula me ajudou a entender o tanto que o Brasil é um país empreendedor, forte e amigável, e tem sido desde muito tempo atrás.